Conheça a equipe: as muitas faces do Matt nômade

Da tecnologia e codificação ao design, até a correção de bugs para obter os livros dos leitores quando os downloads não conseguem programar as mídias sociais ou executar os fóruns, é preciso uma aldeia para administrar este site. Eu simplesmente não podia administrar o site, escrever, viajar, comer, dormir ou qualquer coisa entre eles, se eu não tivesse o apoio e a ajuda de um grupo incrível de pessoas - e acho que é hora de você conhecer todos eles formalmente! Então, sem mais delongas, aqui está o time Nomadic Matt:

Érica


Erica trabalha para mim há mais de três anos e meio e é minha diretora de operações globais, ou seja, a mão direita da mulher. Ela mantém este navio à tona. Em suas próprias palavras:

Eu cresci em Connecticut e fui para a escola na Virgínia. Durante uma crise de vida de um quarto de idade aos 21 anos, optei por terminar meu último ano de faculdade em uma aventura no Catar! Daquele momento em diante, minha vida girou em torno de viajar a baixo custo com o dinheiro que ganhei da garçonete. Esse orçamento me ensinou inglês em Isaan, Tailândia e Coréia do Sul; fazenda em São Vicente e Granadinas no Caribe; e voluntário na Zâmbia rural. Aos 26 anos, voltei para casa em Connecticut, determinada a conseguir um emprego em viagens. Logo depois, conheci o Nomadic Matt em um encontro de viagem em Nova York, e o resto é história.

Eu sinceramente acredito que viajar faz amigos de estranhos, e quanto mais amigos existem no mundo, mais paz existe no mundo.

13 fatos sobre mim

  1. Aos 15 anos, ajudei a construir uma escola na Nicarágua.
  2. Viver em uma cabana de barro sem eletricidade ou água corrente na Zâmbia por seis meses foi provavelmente uma das experiências mais difíceis (e simples), empolgantes (e entediantes) e de mudança de perspectiva da minha vida.
  3. Eu cortei meu cabelo e doei para Locks of Love, duas vezes!
  4. Certa vez, eu caçava gambás na ilha de São Vicente com um bando de rastafaris. Nós pegamos quatro e fizemos sopa.
  5. Na Costa Rica, eu fiquei em uma comunidade de vida sustentável chamada Rancho Mastatal, onde aprendi a cultivar a mandioca, fazer cerveja com açafrão e construir uma casa de sabugo.
  6. Quando eu tinha 15 anos, John Stamos beijou minha bochecha depois que eu o vi Cabaré Na Broadway.
  7. Eu ensinei inglês na Coréia do Sul por 14 meses e consegui poupar dinheiro suficiente para 21 meses de viagem ininterrupta.
  8. Este videoclipe que eu fiz costumava ser um dos maiores sucessos quando você procurava por São Vicente e Granadinas.
  9. Na Zâmbia, meu amigo e eu recebemos um viver Frango como um presente. Nós éramos vegetarianos, então trocamos por um par de jeans de segunda mão no mercado.
  10. Eu tenho 19 pessoas (os alunos e professores da viagem de FLYTE) em um saguão do aeroporto de graça. Eu acho que é um recorde de hacking de viagens!
  11. Eu assisti a um casamento da princesa do Catar ostentando cílios de vison.
  12. Na Coréia, eu namorei um cara que não falava inglês e nós basicamente nos comunicamos através de desenhos e recitamos as letras do rap americano.
  13. Acho que Matt passa a maior parte do dia editando os meus pontos de exclamação da minha pesquisa, emails, newsletters, etc! (Matt diz: Isso é verdade.)

Christopher O.


Chris se juntou à equipe como gerente de meio período dos fóruns em 2015. Desde então, ele se integrou ao programa Superstar Blogging e à nossa plataforma comunitária prestes a ser lançada, a Nomadic Network. Em suas próprias palavras:

Eu cresci em uma pequena cidade em Ontário, no Canadá, e passei meus anos de formação ouvindo punk rock, lendo romances de Star Wars e, geralmente, não conseguindo nada de bom. Depois de abandonar meu plano vitalício de ser um advogado, decidi dar uma chance à viagem. Eu fui à Costa Rica por um capricho e nunca mais olhei para trás! Não foi muito depois dessa viagem que eu fiz uma pausa na universidade (onde eu estava estudando história e teatro) para me mudar para um mosteiro no Japão em 2007. Eu tenho mais ou menos vagado desde então. Algumas aventuras notáveis ​​incluem tomar a Ferrovia Transiberiana pela Rússia e Mongólia, caminhar duas vezes pelo Caminho de Santiago e fazer uma viagem de dez dias pela Islândia com completos estranhos. Quando não estou viajando, moro na Suécia e posso encontrá-lo lendo, escrevendo ou lutando para melhorar o xadrez.

13 fatos sobre mim

  1. Passei nove meses morando em mosteiros budistas.
  2. Eu vivi em uma tenda por um ano.
  3. Eu já fui perseguido por um jaguar e perseguido por um crocodilo - na mesma viagem.
  4. Eu não tenho álcool há 13 anos.
  5. Quebrei todos os dedos das mãos e dos pés e o nariz três vezes, e fraturei ambos os pulsos.
  6. Eu trabalhei em uma fazenda orgânica por 11 anos.
  7. Eu co-propriedade de um restaurante no Canadá.
  8. Eu cresci ao lado de Avril Lavigne.
  9. Uma vez eu comi uma refeição inteira de nove pratos (eu era a única pessoa lá para comer tudo!).
  10. Eu joguei quadribol entre os murais no ensino médio e era o apanhador de nossa equipe.
  11. Eu tenho uma tatuagem de Star Wars.
  12. Eu sou vegano há 12 anos.
  13. Eu tenho uma cicatriz de uma briga que explodiu sobre qual deus nórdico era "o melhor".

Chris R.


Chris, também conhecido como The Aussie Nomad, é um ex-blogueiro que faz todo o trabalho de tecnologia e desenvolvimento do site. Ele mantém funcionando, corrige qualquer erro que você encontrar e lida com meus desejos de design em constante mudança. Em suas próprias palavras:

Estou vivendo a boa vida na Austrália Ocidental na praia com minha incrível família. Entrei no mundo dos blogs depois de deixar meu trabalho, viajando pela Europa e, como todos os australianos, fazendo um feriado de trabalho no Reino Unido. Como todos nós que viajamos e nos apaixonamos por ele, ninguém quer voltar para casa depois.

Essa aventura me levou a criar um blog de viagens há muitos anos, e foi assim que conheci Matt. Desde então, reutilizei minhas habilidades de TI da minha antiga vida e criei meu próprio negócio para ajudar outros blogueiros com seus sites.

13 fatos sobre mim

  1. Eu amo cerveja belga (e até me casei com um belga).
  2. Eu trabalhei com Matt o mais longo de qualquer um aqui. (Leve esse time!)
  3. Eu fui para a Europa quando tinha 29 anos.
  4. Sou um defensor do Vegemite e acredito que todos os visitantes da Austrália devem experimentar esse tesouro nacional.
  5. Uma das minhas atividades favoritas é fazer uma longa viagem, especialmente com a família e amigos.
  6. Não tenho idéia de como os sinais de parada de quatro vias nos EUA não acabam como acidentes.
  7. Eu não bebo Fosters. É uma cerveja terrível. Ninguém na Austrália realmente bebe.
  8. Eu gosto de pensar em mim como um fotógrafo amador.
  9. Eu falhei no jardim de infância porque eu não diria adeus ao professor.
  10. Meu primeiro emprego foi trabalhar em um supermercado.
  11. Eu não consigo dormir em um avião - não importa quanto tempo o vôo é.
  12. Eu posso citar cada Thomas o motor do tanque personagem graças ao meu filho.
  13. Eu não bebo café nem gosto do amor das pessoas por isso. Chá todo o caminho!

Raimee


Raimee faz todas as nossas mídias sociais e marketing de conteúdo. Ela agenda posts, corrige minhas fotos terríveis para que elas fiquem bem no Instagram, construa nosso calendário de conteúdo, analise dados, edite vídeo, crie campanhas de marketing digital e projete nossos gráficos de mídia social! Em suas próprias palavras:

Quando eu tinha apenas 14 anos, fiz minha primeira viagem internacional para Honduras e Belize com minha família. Desde então, tenho sido viciado em experimentar novas culturas, conectar-me com pessoas de todas as esferas da vida e aprender sobre mim mesmo e o mundo através do poder das viagens! Depois de me formar em publicidade e marketing pela Michigan State University e quatro anos como especialista em marketing digital, percebi que a vida corporativa não era para mim. Minha necessidade insaciável de experimentar o mundo além de uma mesa me levou a procurar um emprego relacionado a viagens. Acompanhei esse blog por muitos anos, e agora consigo trabalhar remotamente enquanto esquematizo, gerencio e faço relatórios sobre as contas de mídia social - e adoro cada segundo disso!

13 fatos sobre mim

  1. Estou obcecado por Harry Potter. Eu li cada livro pelo menos 10 vezes. Se eu te contasse quantas vezes assisti aos filmes, você provavelmente não acreditaria em mim.
  2. Uma vez eu saí com o Daniel Radcliffe (Harry Potter!) Em um jogo da Red Wings em Detroit, e na verdade mantive a calma o tempo todo (nota lateral: Ele é um cara super legal!)
  3. Visitar a turnê de Harry Potter em Londres foi um dos melhores dias da minha vida.
  4. Minha mãe estava obcecada com o filme de terror dos anos 80 Mau morto dirigido por Sam Raimi, então ela me deu o nome dele.
  5. Depois de ter visitado cerca de 30 países, a Islândia ainda é minha favorita.
  6. Meu maior sonho de viajar é fazer uma viagem pela Nova Zelândia!
  7. Eu tento ler 1-2 livro (s) a cada semana!
  8. Eu costumava tocar saxofone (e eu gostaria de continuar tocando!)
  9. Eu venci meu medo das alturas pulando de um penhasco na Croácia - duas vezes!
  10. Eu amo idiomas e estava perto de ser fluente em alemão durante a faculdade.
  11. Eu atuei em alguns filmes independentes e curtas e como um extra em alguns programas de TV em rede (eu até tenho uma página do IMDB!)
  12. Em outra vida, eu teria sido um diretor / produtor de filmes. Talvez algum dia!
  13. Meu número favorito é 13.

Mike


Depois de me formar na Universidade de Delaware, viajei por seis semanas nos EUA e assisti a concertos em Atenas, Memphis, Nova Orleans, Austin, Las Vegas e Colorado. Fiquei sem dinheiro no Colorado e nunca mais saí. Concertos e festivais sempre foram minha desculpa para viajar, mas a música é apenas uma pequena parte da experiência. Minhas excursões musicais produziram experiências memoráveis ​​como: prova de degustação de churrasco em Kansas City e Austin, jogos de beisebol em todo o país, uma viagem até a Costa do Oregon, caminhadas e golfe frisbee, passeios pelas vinícolas, viagens a muitas praias diferentes, visita a Graceland , e muito mais. Eu sempre fui um cara de startups que ajuda a impulsionar o crescimento e otimizar a experiência do usuário. Uma das minhas melhores experiências de startup foi ser um dos primeiros membros da equipe de uma startup que acabou sendo vendida para a Aetna. Estou animado para fazer parte da equipe e ajudar a tornar este site melhor para seus leitores!

13 fatos sobre mim

  1. Já estive em mais de 500 concertos em 20 estados e 3 países.
  2. Eu amo tanto New Orleans, que eu chamei minha filha de Nola.
  3. Eu toco baixo e tenho um estúdio de música no meu porão.
  4. Eu sei muito mais do que alguém deveria saber sobre plantas e alergias.
  5. Fui chamado o melhor outfield sempre por inúmeras pessoas que eu joguei softball com e contra - eu não tenho jogado em sete anos.
  6. Minha esposa e eu sacudimos algumas casas e uma vez compramos uma casa em um leilão.
  7. Eu montei minha moto para o AFC Championship Game em 1998.
  8. Meu primeiro trabalho no Colorado foi encher meias de Natal de 6 pés com brinquedos.
  9. Passei muitos anos trabalhando em restaurantes para pagar a faculdade e trabalhei em todos os trabalhos, da lavadora à gerente.
  10. Se você não tem certeza do que me levar em um bar, uma margarita é sempre uma aposta segura.
  11. Não tenho ideia do que assistir no Netflix.
  12. Eu costumava ter um ótimo sistema para entrar nos jogos de hóquei da NHL no Colorado.
  13. Eu não me importaria de comer tacos todos os dias.

Matt nômade


E finalmente há eu. Você provavelmente sabe muito sobre mim depois de nove anos e meio de blogs (às vezes eu esqueço quanto tempo tem sido), mas aqui está uma atualização rápida:

Crescendo em Boston, eu nunca fui um grande viajante. Eu não fiz minha primeira viagem ao exterior até 2004. Essa viagem mudou minha vida e me abriu para as possibilidades que o mundo tinha para oferecer. Um ano depois, fui para a Tailândia, onde conheci cinco mochileiros que me inspiraram a deixar meu emprego e viajar pelo mundo. Em 2006, parti para uma viagem de mochila de um ano - e tenho sido "nômade" desde então.

13 fatos sobre mim

  1. Eu amo política tanto quanto eu amo viajar e vou debater a alegria por isso.
  2. Eu amo cozinhar - e eu também sou bom nisso!
  3. Quando eu estava no ensino médio, eu era o campeão do meu estado em “Magic: the Gathering”. Eu sei - super nerd, certo? Me deu uma viagem grátis NYC com meu amigo (que veio em número dois!).
  4. Eu sempre me preocupo com o futuro e costumo usar meu tempo em casa para desenvolver habilidades necessárias para o Apocalipse Zumbi. Grite para minha amiga Vanessa por me ensinar sobre sementes!
  5. Certa vez, conheci Paul Giamatti nas ruas de Nova York e ele estava tão irritado quanto eu imaginava.
  6. Eu sou um fã da Taylor Swift e não posso esperar por seu novo álbum!
  7. Kevin Spacey é meu ator favorito, e eu vi Os suspeitos usuais vinte vezes.
  8. Eu acredito que alienígenas existam. É matematicamente impossível que não.
  9. Estou com medo de voar.
  10. Eu aprendi a balançar a dança para que eu pudesse me dar uma festa de aniversário com tema de Gatsby.
  11. Os dois lados da minha família vieram pela Ilha Ellis e você pode ver seus nomes na parede, onde eles listam todos os imigrantes.
  12. Eu costumava ser o chefe de um programa do Massachusetts Sierra Club que promovia a eficiência energética.
  13. Eu fui para a faculdade para ser um professor de história do ensino médio.

*** Também gostaria de agradecer aos nossos funcionários em tempo parcial: Candice, que ajuda com administração e pesquisa; Richard, nosso destemido editor de textos (cujos esforços costumo arruinar mudando as postagens no último minuto); Keith, nosso gênio do design; Brice e Julie, nossos gurus da experiência do usuário; e Courtney, que mantém nossa caridade, FLYTE, no ar com seus modos mágicos!

Então você tem isso! A equipe nômade Matt! É estranho pensar que este blog que comecei a ser simplesmente currículo on-line para trabalhos freelance agora requer onze pessoas para concorrer. Eu sempre pensei que quanto mais sistemas, automação, produtos e renda passiva eu ​​configurasse, mais fácil seria. Eu poderia apenas sentar em uma praia. Mas parece que quanto mais fazemos, mais criamos, mais projetos eu digo ao time que estamos assumindo, mais ajuda precisamos. Eu acho que essa é a natureza da besta, mas eu não gostaria de outra maneira. Eu amo o que fazemos aqui. Ajudamos muitas pessoas a realizar seus sonhos.

E um cara não poderia pedir melhores colegas de trabalho para ajudar a fazer isso acontecer.

Loading...